Rio Grande - Sexta-feira, 15/12/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. 19º
:: Max. 25º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



90 anos do Porto de Rio Grande 28/06/2007

Granéis deram uma colaboração importante para que os números crescessem no complexo

Movimentação no porto aumenta 6,92% em cinco meses do ano

A movimentação do porto continua em alta, confirmando as previsões de fechar este ano atingindo um índice recorde, ultrapassando os 22,5 milhões de toneladas. Somente nos primeiroscinco meses de 2007, foram 9.084.233 toneladas, 588 mil toneladas a mais do que em igual período do ano anterior, com alta de 6,92%. As exportações foram destaque, com crescimento de 9,66% (5.992.241 toneladas), enquanto as importações registraram acréscimo de 1,98% (3.091.992 toneladas).
Na movimentação por segmento de carga o porto gaúcho também registrou aumento em todas as áreas. O maior volume e crescimento ficaram com a movimentação de granéis sólidos com 5.034.688 toneladas operadas (12,69%). Na seqüência ficou a movimentação de carga geral, chegando 2.449.037 toneladas (0,6%), e por último a movimentação de granéis líquidos, atingindo 1.600.508 toneladas (0,35%).
Mais uma vez as exportações de cereais aparecem como o grande destaque com 2.911.223 toneladas, aumento de 9,1%. Entre os produtos enviados para fora do país a soja em grão é o que registra o maior volume, com 1.317.412 toneladas operadas (5,2%). O farelo de soja também apresenta crescimento, com 660.135 mil toneladas (2,68%).
Já o milho cresceu 674,4%, passando de 55.832 toneladas em 2006 para 432.380 toneladas este ano. As importações de cereais, embora em menor volume também registram bom acréscimo, com saldo positivo de 18,29% (461.448 toneladas). Nas importações o trigo foi o produto que teve maior incremento, de 68,27%, passando de 103.701 toneladas para 174.506 toneladas. As importações de óleo de soja cresceram 27,69% (52.393 toneladas). A movimentação de farelo de soja também registrou alta considerável, de 22,57% (120.046 toneladas).
Na parte de carga geral os veículos foram os que registraram o maior acréscimo entre as cargas operadas. O aumento foi de 159,4%, atingindo 13.916 unidades, enquanto que no primeiro quadrimestre de 2006 foram 5.364 veículos. Nessa área as importações cresceram, ficando em 11.956 unidades (392,3%). As importações foram puxadas principalmente pelos modelos Classic, com aumento de 410,6% (10.279 unidades) e a caminhonete Tracket, com a operação de 1.660 unidades, enquanto não houve registro desta carga em igual período de 2006.
De acordo com o diretor da Superintendência do Porto (Suprg), Bercílio Luiz da Silva, o acréscimo na movimentação deverá manter-se devido ao cenário positivo e ao escoamento lento da safra de grãos. “Acreditamos fechar o ano com um crescimento em torno dos 10%, chegando aos 25 milhões de toneladas”.



14/11/2005
- Porto do Rio Grande e Molhes da Barra: há 90 anos de br...
- Área ambiental tem recebido bastante atenção
- Veículos são a vedete da movimentação no cais
- Ex-diretor conta como o Porto se tornou moderno e compe...
- Porto é divido em vários segmentos de carga
- Funcionária aposentada diz que o Porto foi sua segunda ...
- Comemorações de aniversário terão programação variada
- Com a palavra...
- Benefícios do Porto vão além das fronteiras da economia
- Superintendente afirma que Porto do Rio Grande conquist...

1   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande