Rio Grande - Sexta-feira, 15/12/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. 19º
:: Max. 25º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 17/01/2006

Rio Grande foi a escolhida por consultores para investir em loja de equipamentos esportivos

Investindo pesado no esporte rio-grandino

Rafael Silva e Gabriela Torales

O casal Anderson Pacheco e Karin Fonseca, ele natural de Bagé e ela de Porto Alegre, sempre trabalhou até que os dois decidiram iniciar seu próprio negócio e descobriram as potencialidades de Rio Grande para investimentos. A paixão pelo esporte foi o ingrediente que faltava para completar o empreendimento e eles acabaram decidindo abrir a primeira loja especializada apenas em artigos esportivos do município.
Pacheco conta que seu contato com as vendas iniciou cedo, com apenas 14 anos de idade. “Eu queria uma bicicleta, mas meus pais não tinham condições de me dar. Então decidi trabalhar e pequei um emprego de balconista em uma fruteira”, lembra.
Filho de uma professora e de um metalúrgico, ainda adolescente Pacheco participou da construção de um aras, em Bagé, trabalhando na administração. “O aras era de meu tio e só saí anos mais tarde para trabalhar como vendedor de motos Yamaha. Passei três anos vendendo motos e comecei a vender carros para a concessionária Fiat, em Santiago”, conta.
Pacheco também trabalhou em diversas localidades, como São Borja e até Santa Catarina, antes de ir para Porto Alegre, onde conheceu e casou com Karin. “Depois de casado passei a ter uma visão: a de ter meu próprio negócio. Foi quando nós compramos uma sorveteria, que ficava bem localizada, no Parque Moinhos de Vento. Assim nós tivemos o primeiro contato com o empreendedorismo”, diz.
Karin afirma que gostava muito da sorveteria, entretanto o ramo de alimentos é muito complicado. “Além disso, o dono da franquia Athletic Shoes vivia dizendo para nós vendermos a sorveteria e abrir uma loja. Eu nunca queria, porque gostava do que fazia, mas acabamos cedendo”, declara.
A visão empreendedora do casal foi se ampliando com o tempo e os dois foram cedendo para o lado de sua antiga paixão: os esportes. “Nós sempre praticamos esporte, principalmente o tênis. Já conhecíamos uma loja da Athletic Shoes e decidimos entrar no ramo. Fizemos alguns contatos e entramos na franquia”, afirma Pacheco.
O casal explica que a Athletic Shoes tinha uma idéia de expansão. Eles queriam sair um pouco de Porto Alegre, de onde funciona a matriz e as principais lojas. “Nós pedimos uma consultoria para uma empresa especializada para ver a possibilidade de abrir uma loja de material esportivo no Sul do Estado. Nós tínhamos a visão de que o Sul iria crescer nos próximos cinco anos com os investimentos. E essa consultoria apontou Rio Grande como a cidade escolhida”, conta.
A partir daí, eles passaram a fazer análises de mercado e local. O processo todo levou alguns mese. “A idéia inicial era fazer uma loja de verão no Balneário e reabri-la na cidade no inverno. Como a população do Cassino começou a pedir que nós não fechássemos. Então abrimos duas lojas, uma na praia e outra na cidade”, argumenta Karen. A loja do Cassino ficará funcionando até março e a partir daí eles estarão procurando um local para abrir na cidade.
Hoje a Athletic Shoes de Rio Grande têm seis funcionários, com a abertura permanente na cidade surgirão novas vagas. De acordo com os proprietários, a expectativa para este ano é de fixar o nome no mercado rio-grandino. “Principalmente porque o Cassino é um balneário que recebe turistas de vários locais. Então a nossa intenção é de que a marca fique solidificada. Nosso projeto para o futuro é ainda em 2006 abrir lojas em Pelotas e Bagé”, conclui.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

21/11/2005
- Sucesso na comercialização de cestas decorativas

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande