Rio Grande - Sexta-feira, 15/12/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. 19º
:: Max. 25º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 24/10/2005

O diferencial é procurar elevar sempre a qualidade

Paixão por cavalos é ótimo empreendimento

Rafael Silva

A paixão de Manuel Vanderlei Gonçalves, 41 anos, pela criação de cavalos da raça Crioulo começou na adolescência, na propriedade de sua família em Rio Grande. Também nessa época, aos 14 anos, ele iniciou sua vida profissional, trabalhando na indústria de esquadrias em madeira, que pertence ao seu pai. Com apenas 19 anos ele já gerenciava o negócio, mas nunca perdeu o gosto pela vida no campo, e acabou conseguindo conciliar as duas atividades. E o melhor de tudo: transformando atividades simples em grandes empreendimentos.
À frente da indústria MV Gonçalves, Manuel aprendeu os segredos da administração, e vem aplicando esse conhecimento na cabanha Hortência Mainá, de sua propriedade. Segundo ele, o segredo para o sucesso nos negócios é definir o mercado a atuar. “Na indústria nós só trabalhamos com material de primeira qualidade, como cedro, louro e ipê, para uma clientela selecionada, com poder aquisitivo pouco mais alto da média. Já no aras, estou na fase de melhorar a genética. Pois em pouco tempo somente haverá mercado para excelentes cavalos”, ressalta.
Gonçalves é casado e pai de dois filhos, que já herdaram o gosto pelos animais. “Participo de feiras e exposições e eles sempre me acompanham. Há nove anos atrás, comprei minha primeira égua Crioula, chamada Hortência Mainá, que deu o nome à cabanha. Hoje, possuo um plantel de 25 éguas e um garanhão, que já estão dando crias”, diz.
Apesar de sua indústria ter uma clientela definida, o mercado rio-grandino tem sofrido quedas há alguns anos. “Fomos acostumados a trabalhar para aquelas pessoas que sabem o que querem e estão dispostas a pagar pelo que é bom. Mas agora a realidade é diferente. O consumidor já não tem mais tanto poder aquisitivo, e continua exigente. Por isso, precisamos oferecer qualidade a preços baixos, e isso é muito difícil. Esse é o diferencial que mantém alguém vivo no mercado, e nós já estamos há 45 anos”, argumenta.
Gonçalves explica que a criação de cavalos Crioulo não tem a mesma segurança do que uma indústria consolidada há quatro décadas. Esse é um investimento a longo prazo e de alto risco, porque os animais são caros e o retorno é incerto. O segredo, então, é trabalhar para melhorar a genética. E isso leva tempo. “Eu passei anos adquirindo éguas de boa qualidade, até que chegou o momento de comprar um garanhão. Optei por algo diferente, comprei uma barria sem saber se nasceria macho ou fêmea. Apostei na prenhes de uma égua que pariu diversos finalistas do Freio de Ouro, e de um cavalo que foi vencedor dessa prova. Tive a sorte de ser um potro com boa morfologia, e as primeiras crias desse animal nasceram no ano passado”, relata.
Com criação há nove anos, em fazendas no Bolacha e em Pinheiro Machado, Gonçalves acredita que ainda está “engatinhando” neste negócio, em vista de outras cabanhas de mais tradição. Mesmo assim, há pouco tempo conseguiu vender uma potranca com a sua marca. “Cria da minha cabanha. Com boa morfologia, graças ao trabalho de ninhagem. Com isso, começo a acreditar que estou no caminho certo”, conclui.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande