Rio Grande - Sábado, 16/12/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. 21º
:: Max. 27º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 03/10/2005



O destino faz um empreendedor

Rafael Silva

Durante anos, o professor Luiz Arthur Correa Dornelles precisou mostrar seu lado empreendedor diversas vezes, mesmo quando funcionário público ou à frente de cargo eletivo. Agora, aposentado e com bastante experiência, ele inicia uma nova fase de sua vida, colocando em prática um antigo projeto: criar a segunda instituição de ensino superior de Rio Grande. Casado e pai de dois filhos, ele tem os pés enraizados na terra e os olhos voltados para o futuro.
“Rio-grandino por decreto”, como ele mesmo se intitula após ter recebido o título através da Câmara Municipal, Dornelles nasceu na cidade de Estrela (RS), onde seu pai foi delegado. “Ele era da Brigada Militar, e como falava diversas línguas, inclusive alemão e italiano, durante a Segunda Grande Guerra ele foi designado delegado naquela região. Também foi prefeito de Bento Gonçalves e vereador. Em 1956, ele foi transferido para Rio Grande, e a família veio toda pra cá”, lembra.
Ainda menino, Dornelles estudou no colégio Lemos Júnior, onde completou o ginásio. Depois disso, foi estudar no Centro de Instrução da Brigada Militar, formando-se oficial. Trabalhou durante um tempo em Santa Maria e foi transferido para Rio Grande, como tenente do Corpo de Bombeiros. “Meu desafio foi levantar a corporação. Dessa maneira, acabei me inserindo na comunidade”, diz.
Formado em Ciências Econômicas, prestou concurso para a Furg, onde passou a lecionar, conciliando com a Brigada. Em 1973, foi transferido para Porto Alegre e precisou tomar uma decisão. “Tinha tempo para aposentar e não queria deixar de dar aulas. Então optei pela reforma”, diz.
Três anos depois, elegeu-se vereador. Em 1980, os mandatos foram prorrogados por mais dois anos, mas ele preferiu abandonar o Legislativo. “Tinha sido eleito por quatro anos. Completei esse tempo e pedi licença para ir fazer mestrado e doutorado na Espanha”.
Ao voltar da Espanha, foi nomeado Secretário de Educação do município, no governo do prefeito Abel Dourado. Nessa época, o espírito empreendedor de Dornelles esteve à flor da pele: “Criamos o primeiro Plano de Carreira do magistério, o Centro Municipal de Cultura, a Orquestra Municipal, o Núcleo de Arqueologia, a Pinacoteca Municipal, o Teatro Municipal, e conseguimos salvar o Teatro Avenida”, destaca. Também em sua gestão foi criado o Centro Municipal de Recreação e Lazer (Praça Saraiva). O número de professores, alunos e salas de aulas foram duplicados e foram instituídas eleições para diretores de escola. “Rio Grande foi o primeiro município gaúcho a eleger diretores. Na época, o governador, Jair Soares, veio com o jornal na mão, mandando cancelar. Eu disse a ele que não podia fazer descacontecer o que já havia acontecido. E ele respeitou”, lembra.
Teve uma fase curta na política, mas dedicou-se mesmo à formação acadêmica. Orgulha-se de nunca ter deixado de lecionar na Furg. Entretanto, em 1981, com as novas leis da Previdência Social, resolveu aposentar-se. Foi nessa época que surgiu a idéia de investir na criação de mais uma instituição de ensino superior em Rio Grande.
O empreendimento

Juntamente com um grupo de pessoas, Dornelles começou a desenvolver o projeto para fundar uma faculdade, mas o empreendimento não conseguiu sair do papel por falta de investidores. “Iniciamos uma conversação em 1999. fizemos um tipo de cooperativa, mas não tínhamos o financiamento. Não conseguimos nenhum empreendedor em Rio Grande interessado em financiar um projeto de uma cooperativa educacional privada e sem fins lucrativos”, diz.
A oportunidade foi aparecer durante a Festa do Mar de 2001, com o telefonema do professor, Carlos dos Santos Valério, então proprietário do curso pré-vestibular Michigan. “Ele me convidou para organizarmos uma faculdade de Administração em Pelotas. E por telefone mesmo eu aceitei o convite, mas com a condição de que seriam duas, uma lá e outra aqui em Rio Grande”, lembra.
O próximo passo foi buscar recursos e montar uma equipe para colocar o projeto em prática. A instituição foi montada com financiamento do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), empréstimo do Banco do Brasil e com o patrimônio pessoal de Dornelles e Valério. “Investimos pesado em biblioteca e computadores. Tivemos que nos desfazer de quase todo nosso patrimônio pessoal e ainda estamos pagando o empréstimo bancário”, relata.
Hoje, a Faculdade Atlântico Sul é uma instituição sólida, com uma inadimplência de menos de 10%. Além dos cursos da área da Administração, a instituição está disponibilizando o curso de Direito. “Também já protocolamos pedidos de abertura para cursos de tecnólogos. São cursos de graduação, com curta duração, para formação de especialistas em determinadas ciências”, destaca.
Como grande empreendimento, a tendência da Atlântico Sul é crescer sempre, para isso, a instituição está adquirindo uma área do antigo Jóquei Club, onde será construído um campus. “Nós não queremos sair do shoping, mas precisamos de um espaço maior”, diz.
Conforme Dornelles, o projeto para o futuro é passar da condição de faculdades integradas para centro universitário. “Nós esperamos conseguir isso a partir de 2007”, conclui.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande