Rio Grande - Terça-feira, 17/10/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. º
:: Max. º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 27/06/2005

Cláudia

Casal transformou sonho em realidade

O casal Cláudia e Amauri Pereira já realizou diversas atividades na vida. Tiveram um trailer de lanches, caíco de pesca, ela foi cabeleireira, ele trabalhou numa empresa de ônibus. Até que, numa certa noite, Amauri sonhou que fazia um trabalho idêntico ao de um tio que morava em Santa Catarina: vendia queijo.
Isso aconteceu em 1992, e ele resolveu tornar o sonho realidade. Em seguida foi a Canguçu e comprou 15 quilos de queijo para revender em Rio Grande. “Para nós aquela quantidade era um monte. Cortava o queijo, colocava ele para secar e ralava”, lembra Cláudia, que até hoje faz esse serviço. “Comigo não tem ruim. Se precisar descarregar a mercadoria eu mesma faço”, conta ela.
Naquela época o casal vendia o queijo na Furg, prefeitura, bancos e de porta em porta. As vendas aumentaram rapidamente e eles começaram a colocar vendedores. Além disso, a mãe de Cláudia fazia doces que eram vendidos, juntamente com o queijo e mel. A irmã também ajudava, e a equipe de vendedores chegou a ter nove pessoas.
Em 1996 surgiu a possibilidade do casal abrir um negócio ligado ao queijo na casa da mãe de Cláudia, na avenida Argentina. Ela e Amauri venderam a casa que possuíam na rua Canadá e investiram tudo na compra de queijo. Estava surgindo a Fiambreria Argentina. No início as instalações eram acanhadas. A loja media aproximadamente 7x 3 metros, mas valeu a pena. “Até hoje, se tiver de vender o carro para investir no negócio, eu vendo. Acho que em primeiro lugar deve ficar o negócio da gente”, declara Cláudia, ao explicar que não se arrependeu de vender sua casa.
A Fiambreria Argentina foi e continua sendo um sucesso. Vende a varejo e por atacado, abastece restaurantes, bares e corporações militares, assim como as festas de queijos e vinhos que acontecem na cidade. O carro-chefe é a grande variedade de queijos nacionais e uruguaios. Lá também se encontra o famoso doce de leite Conaprole, vinhos da JP, presuntos e salames. Enfim, se encontra tudo o que diga respeito a embutidos. “Ninguém bate nosso preço”, conta ela.
Há dois anos a Fiambreria Argentina foi ampliada e os clientes são de toda a cidade, mesmo estando localizada distante da área central. “O pessoal não se importa com a distância e vem aqui. Perto do horário de fechar, a loja fica lotada”, comemora Cláudia, que destaca como atrativos a qualidade e o preço dos produtos. “Procuramos colocar o melhor preço para o cliente”, garante ela. Atendimento também é fundamental. Por isso, “orientamos nossos funcionários a serem simpáticos e oferecerem nossos produtos aos clientes. Todos são bem tratados e muito importantes para nós, tanto o que faz uma grande compra como aquele que vem aqui todo dia comprar 100 gramas de queijo”.
O esposo Amauri cuida das compras, freqüentemente viaja e está sempre atento à questão dos preços. Cláudia cuida do caixa, dos funcionários e, de vez em quando, também faz algumas entregas. Outro parente cuida do escritório. Além disso, existem mais seis funcionários.
O casal nunca fez curso de empreendedorismo. “Aprendemos no sacrifício, dando murro em ponta de faca, caindo e levantando”, declara Cláudia Pereira, que já pensa em ampliar ainda mais a Fiambreria Argentina, inclusive com a construção de uma peça para ralar queijo.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande