Rio Grande - Quinta-feira, 19/10/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. º
:: Max. º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 07/03/2005



Nelci diz que todo negócio precisa ser bom para os dois lados

Para Nelci Dorini Xavier atender a necessidade do cliente é uma realização profissional. Em sua filosofia de trabalho consta a atenção aos consumidores da melhor forma possível, entendendo que o negócio precisa ser bom para os dois lados. Diz, ainda, que o comerciante deve ser correto na entrega e no prazo da mercadoria.
Já são 25 anos de atividades no comércio. Ela sempre gostou de atender o público e diz que “hoje o comércio não vende só produto. Vende a satisfação para o cliente. O preço influencia de uma certa forma, mas ele não é o fator determinante na venda e sim a satisfação do cliente”.
Nelci começou a trabalhar na Madeireira Cassino, onde conheceu todos os setores da empresa: departamento pessoal, financeiro e de cobrança. Depois, ao casar com Joaquim Xavier, há 14 anos, passou a auxiliá-lo na contabilidade “e na retaguarda” do Posto do Joaquim, sendo o braço-direito dele nas atividades da empresa. “Realmente eu assessoro Joaquim, principalmente agora que ele está envolvido com a Festa do Mar”, declara.
Nos últimos 10 anos Nelci também passou a trabalhar diretamente com as vendas. Foi quando surgiu a SCA Modular Shop, na época uma sociedade dela com o irmão Norberto Dorini, que hoje encontra-se em Fortaleza. Diga-se de passagem que “Beto”, como é chamado o irmão, e o esposo Joaquim são considerados seus “mestres” na profissão.
A SCA, situada na avenida Presidente Vargas, trabalha com várias linhas de modulados voltados para a cozinha, lavanderia, dormitório e escritório, entre outros. “Temos produtos para todo cliente que deseja algo de qualidade e de bom gosto”, salienta a empreendedora, que acrescenta: “Nossa loja está sempre atenta às novidades e necessidades do mercado. Estamos prontos para as mudanças e participaremos da Festa do Mar, que será uma maneira de mostrarmos nosso produto”.
Nelci Xavier não acredita em crise. “Crise quem faz é a gente. Temos que acreditar em nosso trabalho”, costuma dizer. Para ela, o comércio de Rio Grande “está muito bem. Temos um grande potencial e acredito muito em nossa cidade”.
Uma satisfação para Nelci é constatar que a filha Juliana, de 13 anos, já revela aptidão para o comércio. Além disso, “ela gosta bastante de design. Tem o dom para o meu negócio”.
Com relação à participação da mulher nas mais diversas atividades profissionais, Nelci constata que o comércio não tem a ver com o sexo da pessoa. “É preciso gostar do que se faz”, observa, mas entende que “as mulheres estão ocupando o espaço delas. Capacidade sempre tivemos. Talvez no passado faltasse oportunidades para as mulheres mas, independente de sexo, acho que todos têm seu espaço”.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande