Rio Grande - Sexta-feira, 15/12/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. 19º
:: Max. 25º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 31/01/2005

VETERANO: o empresário Paulo Renato Ávila está há 25 anos à frente da Padaria Colombo

O verdadeiro sabor do pão

Tudo começou 25 anos atrás, quando Paulo Renato Truquijo de Ávila largou tudo para trabalhar com o ramo de panificação. Cansado da vida de caminhoneiro, casado e com uma família para sustentar, o empresário rio-grandino resolveu dar uma guinada em sua vida. Com o total apoio de sua esposa, Regina Quaresma de Ávila, resolveu partir para o comércio, especificamente para trabalhar com a área de panificação.
Em 1980, Paulo e sua esposa, e com o auxílio de quatro funcionários, abriram a Padaria Colombo. Hoje, após 25 anos de luta, os empresários empregam 11 pessoas.
Além de atuar no ramo de panificação, a empresa também funciona como lancheria. Outro serviço bastante procurado são as encomendas de salgados.
Com o passar dos anos a família aumentou, e com isso os filhos Ricardo, 25, e Rafael, 19, começaram a ajudar os pais na padaria.
Uma outra atividade do empresário é a criação de gado para o abate. Paulo também faz parte da diretoria do Sindicato Rural, onde é organizada a Expofeira.
“Hoje em dia temos uma concorrência muito desleal. Devido ao baixo preço do pão, não há uma fiscalização eficaz. Muitos comerciantes colocam esses preços lá em baixo, por não possuírem empregados. Nós, que empregamos várias pessoas, somos obrigados a repassar os custos à população”, ressalta o empresário.
A vida sempre foi muito difícil para Paulo: com 14 anos, começou a trabalhar para ajudar seus pais. Sua carteira foi assinada pela primeira vez pela empresa Motobras, onde trabalhou como auxiliar de mecânico. Logo foi trabalhar como cobrador de ônibus, mecânico e motorista de caminhão. Depois de um quarto de século trabalhando no comércio, o empresário já pensa em se aposentar. Ele acredita que em três ou quatro anos possa parar de trabalhar para cuidar de seu campo. “Lutei muito para chegar até aqui, sacrifiquei muitas coisas boas, mas valeu a pena. Acho que agora mereço descansar”, finaliza Paulo.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande