Rio Grande - Sexta-feira, 15/12/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. 19º
:: Max. 25º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 22/11/2004
“A cumplicidade com o cliente também é essencial”

A ex-professora Salete Fialho sempre foi uma apaixonada por trajes femininos. Paralelamente às atividades docentes desenvolvidas em casa – como a elaboração de aulas e a correção de provas dos alunos –, ela sempre manteve uma loja de roupas femininas ou infantis. Após a aposentadoria, ela decidiu investir todas as suas energias na Maré Alta, loja das mais procuradas no ramo de trajes para mulheres.
Nascida em Santo Ângelo, ela mudou-se para Rio Grande há 28 anos, acompanhada do marido Eduardo. Graduada em três cursos superiores – Ciências Físicas e Biológicas, Pedagogia e Supervisão Escolar –, Salete lecionou em escolas estaduais da cidade durante todo esse tempo. Sua paixão pelo comércio começou a aflorar aos poucos e, no final da década de 70, o casal abriu na Galeria Papaléo a Requinte Modas, que trabalhava exclusivamente com roupas femininas. A resposta do público foi excelente e encorajou Salete e Eduardo a inaugurarem a Nuvem de Mel, também uma loja de confecções, mas desta vez voltada ao público infantil.
O lucro aumentou e, conseqüentemente, cresceram também o trabalho e as obrigações. Nesse meio-tempo, nasceram os filhos Thays, Thayane e Eduardo. “Era impossível conciliar todos os serviços e criar os filhos”, lembra a ex-professora. “Foi então que meu marido chegou até mim e disse ‘larga alguma coisa’. Comecei a me dedicar somente à loja”, explica ela, que atingiu a aposentadoria logo após dar à luz a filha caçula, Thanara. A família se mudou para o balneário Cassino, bem como a Maré Alta, instalada junto à residência. O nome da loja, ligado diretamente ao mar, surgiu depois de diversas sugestões apresentadas pela família. E acabou dando muito certo. “Eram 23h, e as pessoas batiam à nossa porta em busca de uma roupa”, diz Salete. “Nesta época, eu dava aulas durante 40 horas semanais. Foi um período difícil, mas gratificante”.
Novos projetos apareceram: a transferência da Maré Alta para o Centro e a criação, também na área central da cidade, da loja Ponto 10 e 12, que comercializava produtos aos preços únicos de R$ 10 e R$ 12. As novas lojas fizeram sucesso, mas, novamente devido à agenda lotada, Salete teve de concentrar suas atenções numa delas, somente: “Apesar de andarmos bem com a nova loja, percebi que não conseguiríamos manter a qualidade”. Assim, a Ponto 10 e 12 foi fechada e a Maré Alta passou a oferecer um serviço até então pioneiro em Rio Grande – a moda em tamanhos especiais, trabalhando com modelos de números 34 a 70.
Sempre em busca de “exclusividade e qualidade” para as roupas, Salete e as filhas viajam com regularidade. “É difícil uma cliente nossa dizer ’fui numa festa e achei uma pessoa com a roupa idêntica’. Nos preocupamos muito com isso”, avalia ela, que também realiza eventos beneficentes em parceria com lideranças locais. O curioso é que o cast de modelos é basicamente composto por clientes da loja. “Essa aproximação é o que mais nos satisfaz. Inclusive estamos ampliando, dentro da loja, um espaço de convivência onde preparamos um chimarrão ou cafezinho e colocamos o papo em dia. Todos os ex-colegas vêm me visitar e, desta forma, nem percebo que estou aposentada dos tempos do colégio”, comemora Salete, que, a bem da verdade, já pensa em se aposentar de vez. A filha mais velha, Thays, de 25 anos, forma-se em Publicidade e Propaganda no próximo ano e deverá tomar as rédeas dos negócios em breve. “Está na hora de passar adiante”, anuncia a mãe.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande