Rio Grande - Sexta-feira, 15/12/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. 19º
:: Max. 25º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 11/10/2004

VISÃO E SERIEDADE: Jair Pinto está à frente da Sheriff

Segurança privada: um setor em expansão

O empresário Jair Ribeiro Pinto, 42 anos, conseguiu em pouco mais de dois anos de empresa a estabilidade financeira que muitos colegas de profissão buscam em décadas, muitas vezes sem êxito. Ex-gerente administrativo da unidade rio-grandina da FN Carvalho, empresa pelotense voltada à segurança eletrônica cujos trabalhos foram encerrados em 2001 (“a culpa não foi minha”, defende-se, com bom humor), Pinto decidiu enveredar pelo mesmo ramo em Rio Grande, empregando inicialmente três funcionários, todos com um único objetivo em mente: garantir a segurança alheia. Hoje, a Sheriff Segurança Eletrônica é responsável pelo monitoramento 24h de dezenas de residências e casas comerciais na zona urbana e no balneário Cassino.
Num ramo que aponta crescimento médio de 25% ao ano em todo o território nacional, a Sheriff é um dos principais nomes locais. Segundo o proprietário, a empresa vem crescendo de uma maneira consistente, pois, além de vender o serviço, “é realizada a manutenção do equipamento no mínimo uma vez por mês. A manutenção preventiva é importantíssima, e confeccionamos ainda relatórios mensais de ocorrências. Nosso maior resultado é o nível de satisfação da clientela, que, se não for de 100%, chega bem próximo disso”. Poucos sabem que o equipamento é oferecido pela companhia, e o cliente paga apenas a sua mensalidade. O sistema permite que a Sheriff tenha todo tipo de informação da residência ou empresa e de seus moradores.
Os circuitos fechados de TV são outro serviço bastante procurado, e, ao contrário do que se possa imaginar, trazem preços bastante acessíveis. “O circuito oferece vantagens incríveis, e é um investimento que se paga. Tudo aquilo a que assistimos no cinema, como acesso a salas por leitura de íris e digitais, já vem sendo realizado pela empresa”, diz ele, que já instalou sistemas de segurança até mesmo para a Marinha.
Atraídas pela potencialidade do setor, muitas empresas de fora já estão preparando a sua instalação na cidade. Mas Pinto atenta para a seriedade do serviço, ou a falta dela. “Para abrir qualquer negócio são necessários, no mínimo, dois fatores: capital e conhecimento do ramo. Trabalhar com segurança traz muita responsabilidade. Eu, por exemplo, deixo o celular ligado enquanto durmo. Faço o que gosto, é bom lembrar“, avalia ele, lembrando que sua esposa, Raquel, também ajuda a fazer a checagem.
“Nosso primeiro ano foi terrível. Até formar uma carteira de clientes, todos sabemos, é muito difícil, e a prioridade ainda hoje é essa”, ressalta. Para o futuro dos negócios, a Sheriff pretende buscar parcerias. “Nossa meta seguinte é de agregar novos serviços à empresa, como limpeza das residências e casas comerciais em que atuamos”.
O sucesso da empresa não é difícil de explicar. “A sensação de insegurança é muito grande em qualquer lugar. Prova disso são os projetos arquitetônicos, que em sua maioria já incluem tubulação para os sistemas de segurança. A verdade é que o poder público está com condições de trabalho cada vez menores, e, infelizmente, depende da segurança privada. Esta já deixou de ser privilégio de cidades grandes”, finaliza o empresário.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande