Rio Grande - Terça-feira, 17/10/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. º
:: Max. º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 13/09/2004

DE OLHO NO FUTURO: José Antônio representa a terceira geração da Ótica Estima

Espírito de liderança também pode ser herdado

José Antônio Curi Estima, 41 anos, não recebeu apenas a herança da renomada empresa de seu avô e, posteriormente, de seu pai. Ele herdou também, há quase 15 anos, o espírito de liderança e uma surpreendente capacidade para a administração dos negócios da família. O resultado concreto dessa duradoura união familiar são as recentes comemorações aos 90 anos da Ótica Estima, uma das pioneiras no ramo em todo o Estado.
A história da empresa começou com a chegada do português José de Carvalho ao porto de Rio Grande, em 1914. Poucos meses depois, o jovem, então com 18 anos, decidiu dar vazão ao seu espírito empreendedor e abriu uma relojoaria e joalheria na área central da cidade. Os negócios iam bem, até que surgiu a idéia de agregar uma ótica aos serviços da empresa, com laboratório próprio. O sucesso foi ainda maior, e, com o envolvimento crescente atrás do balcão, seu filho Sérgio acabou assumindo a administração. Os anos foram passando e novas conquistas foram alcançadas: o quadro de funcionários e a clientela aumentaram significativamente, e duas filiais foram abertas em Pelotas. Seu irmão, Júlio, havia concluído um curso no Rio de Janeiro, na renomada Bausch & Lomb, e abriu uma loja própria, a Ótica Senador, outra casa tradicional na cidade. Sérgio também graduou-se como técnico em ótica e finalmente passou os negócios para o filho José Antônio.
O empresário conseguiu prosperar ainda mais a empresa e em breve irá agregar o curso de Optometria ao seu currículo. “É preciso acompanhar a evolução”, justifica. A Estima é hoje uma das mais completas lojas gaúchas do ramo, oferecendo a fabricação de óculos e lentes de contato, reparos e outros serviços. Boa parte da família entendeu o conceito da empresa e também buscou a especialização na área. Além de seu pai Sérgio e do tio Júlio, sua irmã, Raquel, é técnica em lentes de contato. O outro irmão, Fernando, administra as lojas de Pelotas.
Quanto à concorrência, José Antônio é categórico. “O mercado já esteve pior; hoje, há espaço para todos. Basta ter qualidade”, analisa. Para ele, os diferenciais de sua ótica em relação às demais são a imagem constituída ao longo da história (“as pessoas confiam bastante no nosso nome”) – e o bom atendimento. A exigência do mercado faz com que a ótica mantenha lançamentos mundiais em estoque. “Várias pessoas acham modelos de armações de óculos em revistas e vêm procurá-los na loja. Se não temos no catálogo, fazemos questão de ir buscá-los”. Ele explica que há funcionários atuando no laboratório há mais de duas décadas. “Falar de mim, apenas, é impossível. É preciso falar de todos, cuja função é muito mais importante que a minha. Eu fico no meio-de-campo”, diz ele, em tom modesto, afirmando que “tanta dedicação é voltada exclusivamente ao cliente”.
Prova disso foi a festa de aniversário realizada no último sábado, 12 de setembro, véspera da grande data. Uma mateada concentrou grande público em frente à loja desde as primeiras horas da tarde.
Entre os projetos futuros de José Antônio está o aperfeiçoamento da estética da loja, buscando proporcionar mais conforto aos clientes. “Nunca estamos satisfeitos. É aí que está a graça”, conclui o empresário.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande