Rio Grande - Sexta-feira, 15/12/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. 19º
:: Max. 25º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 26/04/2004

NOVOS RUMOS: depois de atuar por três décadas como fotógrafo, João Carlos encontrou-se no ramo

Tradição em alimentos naturais e dietéticos

Mesmo para um empreendedor, descobrir o ramo de atividade ideal para dedicar seu talento é muito difícil. Alguns dos comerciantes mais conhecidos de Rio Grande precisaram passar por diversos mercados de trabalhos até se encontrar com aquilo que lhes deu mais prazer e sucesso. É o caso do comerciante João Carlos Pias, que há mais de 11 anos encontrou o mercado que mais lhe estimulou e montou uma das mais conceituadas lojas de alimentos naturais e dietéticos da região: a Natulife.
Aos 58 anos de idade, João Carlos diz estar satisfeito com o rumo que sua vida tomou, depois de ter experimentado profissões bem distintas umas das outras. Natural de Mostardas, ele lembra que começou a trabalhar ainda na adolescência para ajudar a família na agricultura. Quando veio para Rio Grande foi trabalhar no comércio, onde passou por várias empresas durante 10 anos. Depois disso, iniciou uma carreira de fotógrafo que durou mais de 30 anos. “Eu fazia fotos de festas, como aniversários e casamentos, mas o que eu gostava mesmo era de fotografar bailes”, conta.
Com a grande concorrência no ramo da fotografia, João Carlos começou a procurar uma atividade com que pudesse completar sua renda. Foi quando um amigo lhe propôs sociedade na atual loja. “Não foi fácil começar neste ramo, porque já existiam lojas do tipo e a onda de consumir esses produtos estava recém começando. No início, trabalhávamos com complementos alimentares e produtos para musculação. Com o tempo, decidimos nos especializar apenas em alimentação saudável”, ressalta.
Alguns anos depois de ter iniciado a loja, seu sócio decidiu mudar de cidade e João Carlos teve que tocar o negócio sozinho – justo num momento em que a crise financeira atrapalhava toda a economia da região. “Foi difícil, e hoje ainda é. O mercado rio-grandino sofre muito com o aumento da inflação. Mesmo assim, durante todos esses anos, conquistamos a fidelidade de um público que costuma ser assíduo. Principalmente de pessoas que precisam comprar produtos dietéticos”, argumenta.
Mesmo num momento em que a maioria dos empresários tenta conter gastos, João Carlos se prepara para aumentar sua loja e buscar novidades para seus clientes. “Pretendemos em breve fazer uma reforma no prédio e ampliar o espaço físico. Além disso também passaremos a oferecer produtos a granel, cuja procura é muito grande entre nossos clientes”, conclui.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande