Rio Grande - Segunda-feira, 19/08/2019
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. º
:: Max. º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Empreendedor 06/10/2003
Investindo na segurança privada

Um empreendimento de sucesso está possibilitando um pouco mais de tranqüilidade para muitos rio-grandinos preocupados com a segurança de seus lares ou de suas empresas. Há apenas quatro anos no mercado, a Alarmes Mello vem conquistando cada vez mais clientes e interessados, consolidando-se como líder do mercado em Rio Grande. Conforme o empresário, Sergio Mello, a situação da Segurança Pública é favorável para o setor privado, porém é preciso criar uma relação de confiança com o cliente e isso leva tempo.
Sergio conta que em 1998, quando criou a empresa, as pessoas consideravam investimentos em alarme algo desnecessário. Tanto, que ele ficou um bom tempo sem obter o retorno esperado com o empreendimento. “Nos primeiros seis meses sobrevivemos com apenas dois clientes. Hoje atendemos 350, entre residências e empresas”, destaca.
A Alarmes Mello trabalha com um sistema de monitoramento 24 horas que acompanha eventos que vão desde violação, corte de energia elétrica e telefone até incêndios. A seriedade do trabalho e a precisão da segurança oferecida implicam até mesmo no controle de entrada e saída de pessoas nas residências, que devem ser previamente cadastradas. Outra vantagem oferecida pelo sistema é o alarme para emergências médicas. “Quando ocorre esse tipo de evento, acionamos diretamente o plano de saúde do cliente, o que agiliza muito o socorro”, conta.
A empresa conta com uma central na cidade e outra no Cassino que fica ligada diretamente ligada com o cliente via rádio ou linha telefônica. Ao toque do alarme, o agente de plantão verifica a gravidade da ocorrência, avisa a polícia e vai até o local. “Nós acompanhamos todo o processo. Para isso, contamos com 14 funcionários e quatro viaturas. Mensalmente, recebemos cerca de 15 sinais de violação”, ressalta. Sérgio avalia o mercado de Rio Grande como promissor, mas é preciso estar regulamentado para funcionar.
A Alarmes Mello é cadastrada no Grupamento de Supervisão de Vigilância e Guardas, que fiscaliza e autoriza esse tipo de atividade. “A mentalidade da população em relação a essa atividade está mudando. Hoje em dia, a segurança já faz parte do orçamento para muitas famílias rio-grandinas. Mas o cidadão tem que estar atento e só contratar pessoal autorizado a oferecer esse serviço”, argumenta.
Para o futuro, Sergio destaca que sua empresa estará oferecendo o monitoramento de automóveis com sistema de rastreamento. “Outro projeto que estamos tentando viabilizar é a criação de postos em diferentes locais do município, para melhor atender as localidades mais distantes”, conclui.



17/07/2007
- INFORME EMPRESARIAL

23/01/2006
- Analisando o setor da construção civil

17/01/2006
- Investindo pesado no esporte rio-grandino

09/01/2006
- Rumo às vendas do futuro

03/01/2006
- Sucesso no mercado de parafusos

26/12/2005
- Ele se considera um cidadão da Zona Sul

21/12/2005
- A concorrência é a maior aliada

12/12/2005
- O segredo da gastronomia é a qualidade

06/12/2005
- O sucesso nas vendas depende do trabalho duro

29/11/2005
- Novo conceito no ramo da construção civil

1  2  3  4  5  >   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande