Rio Grande - Quarta-feira, 28/06/2017
:: 90 anos do Porto de Rio Grande
:: Artigo
:: Cartas
:: Colunas
:: Comunidade
:: Curtas
:: Economia
:: Editorial
:: Empreendedor
:: Especial
:: Esportes
:: Foto da Semana
:: Geral
:: Pier News
:: Rio Grande - 270 anos
:: Variedades

:: Min. º
:: Max. º
Câmbio Compra Venda
U$ com. - -
U$ par. - -
Indicador Valor
Poup. Dia -



Especial 13/02/2006

Família Pons passeia pela primeira vez nas vagonetas


Ponto apropriado para pesca e esportes náuticos


Imagem é visitada por milhares de fiéis todos os anos

Cassino atrai pelas belas paisagens e pontos turísticos

Gabriela Torales

O que todo rio-grandino já conhece – mas nunca é demais lembrar – encanta veranistas e visitantes de outras partes do Estado e até do exterior. Além da estrutura do balneário, a Praia do Cassino possui 254 km onde estão distribuídos diversos pontos que se destacam pela importância ou pela beleza natural.
O litoral é largo e plano, uma praia contínua e descampada. Viajar em direção ao Chuí pela beira da praia, pode provocar sensações de surpresa e liberdade,  principalmente num trecho quase inexplorado de mais de 200 quilômetros que inspira aventura.
O trajeto é repleto de barcos encalhados e restos de naufrágios que, ou  chegaram muito perto da praia, ou foram pegos pelas violentas tempestades de inverno.  É um percurso inóspito, sem condições para se hospedar, recomendável somente para quem gosta de enfrentar os desafios da natureza. O sopro do vento sul e o mar enfurecido podem impossibilitar a passagem em muitos trechos. Atolar, num deles, poderia significar dias isolados longe de qualquer assistência. Só nos últimos quilômetros da praia aparecem algumas casas de veraneio onde a praia e o país acabam.
A maior parte da imensa praia ainda permanece intacta. Suas areias continuam sendo visitadas por pingüins e outros animais marinhos que fogem do inverno antártico.

Molhes  da  Barra
Os Molhes da Barra foram construídos para dar segurança à navegação. No início do século passado, este lugar era conhecido pelos problemas de acesso perigoso e pelos naufrágios. É considerada uma das maiores obras de engenharia do século XIX, sendo a maior do Rio Grande do Sul. Formados por dois braços de rochas que adentram aproximadamente 4Km no oceano, o Molhe Oeste é considerado excelente ponto de pesca e é possível desfrutar de um agradável passeio de vagonetas à vela, que deslizam sobre trilhos até a sua extremidade. Durante o passeio é possível observar vários animais, tais como gaivotas, garças, biguás, golfinhos e leões marinhos que se alimentam dos abundantes cardumes de peixes. O valor do passeio é de R$ 16 para quatro pessoas. A turista de São Francisco de Paula, Ivana Pons, diz que é a primeira vez que experimenta. “Apesar do preço relativamente alto, o passeio é maravilhoso”, declara.
Navio  Encalhado
Afastado cerca de 12 Km do centro do balneário do Cassino, está localizado o Navio Altair. Após uma forte tempestade, o navio não conseguiu manter-se no curso e encalhou na praia. Se pouco restou da imponência do Altair, abandonado pela proprietária de linhas de navegação Libra e saqueado num primeiro momento, o navio é hoje o habitat para muitas espécies marinhas. O local é considerado excelente para a pesca e a prática de esportes náuticos, especialmente o surf.

Monumento  à  Iemanjá
A estátua de Iemanjá também faz parte das belezas do Cassino, construída em tamanho humano pelo escultor Érico Gobbi. Anualmente, o balneário recebe diversos umbamdistas, no mês de fevereiro, dos países vizinhos, como Uruguaia e Argentina, que vem fazer suas oferendas, ao pé da estátua ou jogá-las ao mar. A procissão parte do início da avenida, indo até a praia, onde as autoridades dão início aos festejos. Logo após, são lançados ao céu fogos de artifício.

Casarões  Antigos
O Balneário Cassino surgiu quando algumas famílias sentiram a necessidade de terem um lugar onde pudessem descansar. A estação do balneário era o lugar ideal. Muitas dessas famílias começaram a construir casas em grandes espaços de terra por volta de 1890, constituindo um casario antigo, que também fazem parte do roteiro turístico.

Passarela Ecológica
Preservar as dunas e propiciar o acesso das pessoas do balneário para a praia é o objetivo da passarela ecológica. Por ela, de forma lúdica e contemplativa, pode-se observar o ambiente, sua fauna e sua flora. O acesso à pé até a praia e o contato direto com o ambiente transformam a passarela em um interessante atrativo turístico integrado à paisagem. Construída com madeira de florestas renováveis – o eucalipto – , está estruturada como palafita ou trapiche, permitindo o natural andar da areia e o florescer da vegetação fixadora. Seu material, sua estrutura e sua função são um exemplo de uso amigável e compatível com as dunas.



20/03/2006
- Travessia a Nado é a atração deste domingo

13/02/2006
- Segunda fase do Verão Consciente acontece neste sábado

06/02/2006
- Projeto promove atividade de conscientização
- Rua Rio de Janeiro passa a ser preferencial no Cassino
- Bares, danceterias e diversas atrações fazem a noite ca...

15/08/2005
- Associação de moradores tem novo presidente
- INFORME EMPRESARIAL - Um guia para administrar a sua e...
- PSF já chegou àquela região
- Bairro mais antigo do município tem recebido diversos b...

20/06/2005
- Festa do padroeiro da cidade inicia hoje

1  2   

     C o m e n t á r i o     

    I n d i c a r    N o t í c i a     

    I m p r i m i r
Participe do Jornal Bom Dia, que agora é diário, o que gostarias de ver mais em nosso jornal?
Classificados
Notícias de jovens (baladas, variedades, vestibular)
Notícias de desenvolvimento da cidade
Vou escrever um e-mail e mandar minha opinião
Câmara de Comércio
Câmara de Vereadores
Pesca Rio Grande
Porto do Rio Grande
Prefeitura Municipal
Rio Grande Virtual
Universidade do Rio Grande